Before Watchmen vai sair e Alan Moore fala sobre

0


Há alguns meses atrás a DC Comics anunciou que estaria fazendo um prequel da maior série revolucionária dos quadrinhos mundiais, Watchmen, escrita por Alan Moore e desenhada por Dave Gibbons.

A série, publicada originalmente em doze edições (republicada da mesma forma, anos depois, pela Abril Jovem, no Brasil), foi, junto com Cavaleiro das Trevas, de Frank Miller, o divisor de águas, saindo da amaldiçoada Era de Bronze e entrando na Era Moderna dos Quadrinhos. Nela Moore e Gibbons nos mostram um mundo com heróis fantasiados, onde o único super é um ser criado por radiotividade atômica, conhecido como Dr. Manhattan. Na história, um assassino mata o Comediante, herói que serve ao governo dos EUA, e isso inicia uma investigação feita pelo vigilante Rorschach, que acredita existir um assassino de super-heróis a solta.

O termo super-heróis é um termo ambíguo na série, pois todos os heróis fantasiados são pessoas comuns que decidiram usar uniformes e fazer a justiça nas ruas dos EUA. Quando o Dr. Manhattan surge é que o termo “super” ganha força. Ele vem a integrar uma segunda formação dos Minute Men, grupo formados por mascarados que tem entre seus membros o Comediante, o herói Capítão Metrópolis, Rorschach, o segundo Coruja (em homenagem ao primeiro que se aposentara), Espectral (que substitui a mãe, que também se aposentou) e Ozymandias. Durante a série, nós acompanhamos toda a investigação e o desenrolar da trama, conhecendo até o passado de Rorschach. O final é supreendente e altamente marcante, inesquecível. Uma obra que eu sempre achei impossível ter continuidade, pois era fechada, coesa e bem explicada, em todos os sentidos. Pena que a DC Comics não ache assim.

Após o fatídico sucesso do filme, dirigido pelo diretor Zack “Stop motion” Snyder, que levava os personagens desenvolvidos por Moore e Gibbons para o cinema, a detentora dos direitos desses personagens decidiu que a série precisava desse prequel, contando a história antes de Watchmen, assim surgindo Before Watchmen. A obra será escrita por Brian Azzarello (100 Balas), Darwyn Cooke – que também desenha – (DC: A Nova Fronteira, Spirit), J. Michael Straczynski (Rising Stars) e Len Wein (editor da série original), e será desenhada por Lee Bermejo (The Joker), J. G Jones (Crise Final), Adam Hughes (Mulher-Gato), Andy Kubert (Marvel: 1602) e Joe Kubert (Sgt. Rock: A Profecia).

Não duvido do talento destes artistas, que possuem grandes trabalhos feitos pela editora, mas se pudermos recordar, há algum tempo a DC buscou tentar dar continuidade a um trabalho fechado e se estribuchou todinha. Falo da outra obra prima da editora, que também foi publicada nos anos de 1980 e marcou a mudança de eras nos quadrinhos, O Cavaleiro das Trevas. A tentativa de fazer uma continuação se mostrou um desastre sem tamanho e até hoje é ojerizada pelos fãs do Homem-Morcego. Sei que alguns desenhistas falam que quadrinhos é feito para um público mais jovem, mas eu sou um fiel seguidor do conceito “para que mexer no que está bom?”.

Desta mesma ideia temos Alan Moore, criador do original, que declarou recentemente que poderia até processar a DC, mas não fará, pois não deseja perder o direito de poder falar sobre a tentativa inútil dela em fazer esse trabalho. A editora já lançou as primeiras imagens das capas das primeiras edições e um desenho de Darwyn Coole, da série que ele escreverá e desenhará, Minute Men. As séries serão:

Rorschach  (4 edições) – Roteiro de Brian Azzarello, arte de Lee Bermejo

Minutemen (6 edições) – Roteiro/Arte de Darwyn Cooke

Comediante  (6 edições) – Roteiro de Brian Azzarello, arte de J.G. Jones

Dr. Manhattan (4 edições) – Roteiro de J. Michael Straczynski, arte de Adam Hughes

Coruja (4 edições) – Roteiro de J. Michael Straczynski, arte de Andy e Joe Kubert

Ozymandias (6 edições) – Roteiro de Len Wein, arte de Jae Lee

Espectral (4 edições) – Roteiro de Darwyn Cooke, arte de Amanda Conner

A partir do meio do ano, as revistas serão lançadas semanalmente até o fim de 2012, com cada uma tendo uma história secundária de duas páginas com Curse of the Crimson Corsair, expandindo a história de pirata que faz parte da narrativa paralela de Watchmen. Len Wein será o roteirista destas histórias, com arte de John Higgins.

Para fechar, Before Watchmen: Epilogue será um especial com colaboração de vários quadrinistas e o fechamento da história do Crimson Corsair.

Vamos esperar para ver no que isso vai dar.

Gostou? Então Clique no Botão +1 e Curta no Facebook!





Receba novidades sobre "Before Watchmen vai sair e Alan Moore fala sobre" e outros posts do Entretendo. Cadastre-se:

Comente no Facebook!

Faça o seu Comentário

© Copyright Entretendo.com 2007/2012. All rights reserved.
Theme Junkie Modificado e Otimizado. Políticas de Privacidade.