Cordel Encantado: história, elenco, personagens, fotos e vídeos da nova novela das seis da Globo

6


Estreia na próxima segunda-feira a nova novela das seis da Globo, Cordel Encantado. A trama, de época, tem início com a guerra entre dois reinos – Seráfia do Norte e Seráfia do Sul. Mas após os conflitos terminarem, eis que uma viagem ao Brasil em busca de um tesouro faz com que o rei da parte sul, Augusto (Carmo Dalla Vecchia), acabe se perdendo de sua esposa Cristina (Alinne Moraes) e sua filha Aurora (Bianca Bin), onde as duas são dadas como mortas.

Anos depois, a história mostra o casal central formado por Aurora – que está viva, mas não sabe que é a princesa de um reino – que vive como Açucena, uma cabocla brejeira criada por lavradores no nordeste do Brasil, e Jesuíno (Cauã Reymond), um jovem sertanejo que desconhece ser filho legítimo do cangaceiro mais famoso da região. E durante a história eles terão de lidar com as seguidas investidas do malvado Timóteo (Bruno Gagliasso), que não vai desistir de conquistar Açucena.

Essa é só a base da história de Cordel Encantado, que será envolta pelo clima do sertão nordestino dos tempos antigos. E é claro que a novela possui muito mais subtramas e personagens que você poderá conhecer ao ler o perfil de todos eles mais a frente.

Antes, você pode clicar aqui e ver fotos do elenco de Cordel Encantado, enquanto abaixo você pode assistir dois vídeos, um teaser e outro com as primeiras cenas da novela. O folhetim tem autoria de Duca Rachid e Thelma Guedes. A direção de núcleo é de Ricardo Waddington, com direção-geral de Amora Mautner e direção de Amora Mautner, Gustavo Fernandez e Natália Grimberg. Bom divertimento.

Perfil dos Personagens

Mocinhos e bandidos de Brogodó

Açucena Bezerra / princesa Aurora Catarina Ávila de Seráfia (Bianca Bin) – Criada no sertão por Euzébio (Enrique Diaz) e Virtuosa (Ana Cecília Costa), a típica menina sertaneja é, na verdade, a tão procurada princesa Aurora do reino de Seráfia do Sul. De beleza rústica e natural, é alegre, espontânea e inteligente. É irmã de Cícero (Miguel Rômulo), um dos amigos de Jesuíno (Cauã Reymond), por quem é apaixonada.

Jesuíno Araújo (Cauã Reymond) – Afilhado do coronel Januário (Reginaldo Faria), vive em sua fazenda com a mãe Benvinda (Claudia Ohana) desde criança. É bonito, forte, bom moço e com grande senso de justiça. Noivo de Açucena (Bianca Bin), Jesuíno não sabe que é filho do mais temido cangaceiro da região. Seu grande inimigo será Timóteo Cabral (Bruno Gagliasso), filho de Januário, que, além de oprimir os empregados da fazenda, tentará separá-lo de Açucena.

Herculano (Domingos Montagner) – O cangaceiro mais famoso do sertão de Brogodó é um verdadeiro mito. Temido e respeitado, nunca desistiu da idéia de resgatar o filho Jesuíno (Cauã Reymond) e introduzi-lo no cangaço. Não se conforma com a rejeição do filho, mas logo se verá lutando ao lado de Jesuíno a favor dos desfavorecidos da região.

Timóteo Cabral (Bruno Gagliasso) – Filho mais velho do coronel Januário Cabral (Reginaldo Faria), o rapaz é cruel e autoritário e se aproveita da morte do pai para tomar a fazenda. Passa por cima de quem for para realizar seus caprichos, principalmente dos pobres sertanejos da região. Seu grande alvo é Açucena (Bianca Bin), que não se rende às suas investidas. Fará de tudo para prejudicar Jesuíno (Cauã Reymond) e impedi-lo de ficar com a noiva.

Maria Cesária (Lucy Ramos) – Filha mais velha de Damião (Tony Tornado) e Amália (Débora Duarte), é a melhor cozinheira da cidade. Se torna amiga e cúmplice Dora (Nathalia Dill) ao começar a trabalhar na casa do prefeito Patácio (Marcos Caruso). O rei Augusto (Carmo Dalla Vecchia) também se encantará por seus quitutes e por sua beleza.

Dora (Nathalia Dill) – A filha do prefeito de Brogodó, Patácio Peixoto (Marcos Caruso), e de dona Ternurinha (Zezé Polessa) é uma moça corajosa e de temperamento forte. A função, imposta pelo pai, de acompanhante do príncipe Felipe (Jayme Matarazzo) lhe garantirá fácil entrada na família real e informações valiosas, que passará a Jesuíno (Cauã Reymond), por quem se apaixonará.

Antônia (Luiza Valdetaro) – A recatada filha mais nova do coronel Januário (Reginaldo Faria) vive reclusa na fazenda do pai. É obrigada a se casar com o delegado Batoré (Osmar Prado) mesmo apaixonada pelo infante Inácio (Maurício Destri), que abdica do amor da moça para servir aos pobres de Vila da Cruz.

Euzébio Bezerra (Enrique Diaz) – Sertanejo sofrido e calejado, vive e trabalha na fazenda do coronel Januário (Reginaldo Faria). É pai de criação de Açucena (Bianca Bin) e biológico de Cícero (Miguel Rômulo). Muito religioso e apegado aos valores, zela por sua família e teme pela reputação da filha, já que Timóteo (Bruno Gagliasso) não lhe dá sossego.

Virtuosa Bezerra (Ana Cecília Costa) – A mãe de Açucena (Bianca Bin) e Cícero (Miguel Rômulo) é a típica sertaneja doce e amável, mas que vira uma leoa quando um filho precisa de proteção. Dedica especial atenção a Açucena, que foi deixada aos seus cuidados depois que perdeu um filho recém-nascido.

Siá Benvinda (Claudia Ohana) – A mãe de Jesuíno (Cauã Reymond) ainda era mocinha quando se apaixonou por Herculano (Domingos Montagner), acreditando que o amado era um herói. Tempos depois, apavorada com o terror do cangaço, pediu ao marido para criar o filho longe dali. Em troca de proteção, o coronel Januário (Reginaldo Faria) aceitou receber a família do cangaceiro, que passou a viver na fazenda sob os cuidados do coronel.

Cícero Bezerra (Miguel Rômulo) – Irmão menor de Açucena (Bianca Bin), o menino é valente como o pai e defende a irmã do assédio de Timóteo (Bruno Gagliasso). É apaixonado desde criança por Antonia (Luiza Valdetaro), filha do coronel Januário (Reginaldo Faria).

Heróis e Vilões de Seráfia

Rei Augusto (Carmo Dalla Vecchia) – Amado pelo povo de Seráfia do Norte, Augusto é casado com a rainha Cristina (Alinne Moraes), com quem teve a princesa Aurora (Bianca Bin). É bonito, alegre e muito ativo, mas, depois da morte da mulher e do desaparecimento da filha, se descuida e perde seu espírito aventureiro. Só volta a se animar quando descobre que sua filha pode estar viva no Brasil, para onde se muda com a corte de Seráfia. Seu senso de justiça conquistará a simpatia dos moradores de Brogodó e o coração de Cesária (Lucy Ramos).

Duquesa Úrsula (Debora Bloch) – A grande vilã de Seráfia do Norte é bonita, sofisticada e bastante vingativa. Amante de Nicolau (Luiz Fernando Guimarães), se livra do marido Petrus (Felipe Camargo), irmão mais novo do rei Augusto (Carmo Dalla Vecchia), e consegue dar um fim em Cristina e Aurora para ocupar o posto de rainha, o que passa anos tentando sem sorte. A duquesa vai com o rei Augusto (Carmo Dalla Vecchia) para o Brasil, quando a corte se muda em busca da princesa perdida. Seu grande objetivo passa a ser casar a filha Carlota (Luana Martau) com o príncipe Felipe (Jayme Matarazzo) e, para isso, se encarregará de que a princesa Aurora (Bianca Bin) não seja encontrada.

Príncipe Felipe (Jayme Matarazzo) – Sensível e romântico, Felipe está empenhado em encontrar a princesa Aurora (Bianca Bin), mas acabará se apaixonando por sua companhia constante Dora (Nathalia Dill).

Infante Dom Inácio (Maurício Destri) – Irmão mais novo de Felipe (Jayme Matarazzo), Inácio terá uma “iluminação” e abdicará do amor de Antonia (Luiza Valdetaro) para servir aos pobres de Vila da Cruz ao lado de Miguézim (Matheus Nachtergaele)

Nicolau Brugüel (Luiz Fernando Guimarães) – Grande comparsa e amante de Úrsula (Debora Bloch), o mordomo da corte de Seráfia do Norte é louco por dinheiro e poder. O vilão ajuda a duquesa em seus planos de se tornar rainha em troca de um trono na realeza, mas é capaz de passar a perna nela também. Com Úrsula, entrará na corrida pelo tesouro.

Lady Carlota (Luana Martau) – Filha de Úrsula (Debora Bloch) e Petrus (Felipe Camargo), a moça é mimada, ambiciosa e autoritária como a mãe. Só perde em beleza e inteligência, mas aceitará rapidamente o plano de Ursula de se casar com Felipe (Jayme Matarazzo) para conseguir poder no reino de Seráfia. Só não esperava que, com o cancelamento de seu casamento, iria parar do outro lado do mundo e se apaixonar justamente pelo bronco Timóteo (Bruno Gagliasso).

Duque Petrus (Felipe Camargo) – Irmão mais novo do rei Augusto, é casado com Úrsula (Debora Bloch) e pai de Lady Carlota (Luana Martau). Apaixonado pela mulher, descobre que seu casamento foi um erro quando Úrsula o prende numa máscara de ferro para conseguir se tornar rainha.

Os Cidadãos e Cidadãs Brogodenses e a Corte de Seráfia

Zenóbio Alfredo (Guilherme Fontes) – É o botânico e estudioso das ciências naturais quem descobre o tesouro perdido no Brasil e, anos mais tarde, que a princesa Aurora (Bianca Bin) continua viva. Depois da expedição da família real, fica no Brasil e se casa com Florinda (Emanuelle Araújo), com quem tem três filhos metidos a cientistas como o pai: Dulcina (Bárbara Maia), Zig (Caio Manhente) e Rosa (Isabelle Drumond), que trabalha como secretária da prefeitura. Será a pedra no sapato de Úrsula (Debora Bloch) e Nicolau (Luiz Fernando Guimarães), que, ao contrário de Zenóbio, não querem que a princesa seja encontrada.

Florinda (Emanuelle Araújo) – A linda e graciosa morena é casada com Zenóbio (Guilherme Fontes), com quem forma um dos casais mais apaixonados de Brogodó. Com os pés no chão, é ela quem administra a venda que sustenta a família e que, de noite, oferece um animado forró. É irmã mais velha da professora Teínha (Patrícia Werneck), que mora com ela. É invejada pelas mulheres da cidade por ser amada pelo marido, ter seu próprio negócio e frequentar a corte de Seráfia, quando esta chega à cidade.

General Baldini (Emilio de Melo) – O militar de rígida disciplina do exército de Seráfia do Norte é vaidoso e só anda fardado, ostentando suas inúmeras medalhas e condecorações. Excelente estrategista, tornou-se conselheiro do rei Augusto (Carmo Dalla Vecchia) e o acompanha até Brogodó para ajudá-lo a encontrar a princesa.

Patácio Peixoto (Marcos Caruso) – É o prefeito de Brogodó e aliado político do coronel Januário (Reginaldo Faria) e de Timóteo (Bruno Gagliasso). Casado com dona Ternurinha (Zezé Polessa), é pai de Fausto (Renato Góes) e Dora (Nathalia Dill). A família não lhe dá sossego: Dora (Nathalia Dill) critica suas decisões administrativas, a mulher é fútil e vaidosa e o filho Fausto (Renato Góes), um rapaz influenciável, que não tem capacidade para ser seu sucessor na política.

Dona Ternurinha (Zezé Polessa) – A esposa do prefeito Patácio (Marcos Caruso) é deslumbrada com o posto de primeira-dama da cidade e anfitriã da corte de Seráfia, a quem tenta imitar nos gestos e vestuário. Será explorada por Úrsula (Debora Bloch) e Nicolau (Luiz Fernando Guimarães). É feia e tenta disfarçar sua feiúra se vestindo com espalhafato. Não se conformará com a falta de modos da filha Dora e tentará de todas as maneiras casar o filho Fausto (Renato Góes), seu verdadeiro xodó, com Lady Carlota (Luana Martau), para entrar para a nobreza.

Fausto (Renato Góes) – O rapaz é filho do prefeito Patácio (Marcos Caruso) e de Ternurinha (Zezé Polessa). É amigo e comparsa de Timóteo Cabral (Bruno Gagliasso), que o usará para prejudicar Jesuíno (Cauã Reymond) e o príncipe Felipe (Jayme Matarazzo). Vive brigando com a irmã Dora (Nathalia Dill) por não gostar que ela aponte suas fraquezas.

Delegado Batoré (Osmar Prado) – O delegado se chama Altino, mas ganhou o apelido de Batoré por ser baixinho e gordo. Bastante medroso, vive para servir aos interesses de Januário Cabral (Reginaldo Faria) e de seu filho Timóteo (Bruno Gagliasso). Solteirão, sonha se casar com Antonia (Luiza Valdetaro), de quem está noivo. Vive com sua irmã Neusa (Heloísa Perissé).

Neusa (Heloísa Perissé) – Para não ficar sozinha, a mulher do turco Farid, barbeiro itinerante que vive viajando, mora com o irmão Batoré (Osmar Prado), a quem controla completamente. Desconfia que Filó (Flávia Rubim), a empregada solteirona da casa, arrasta suas asinhas para o irmão e não tira os olhos dela. Considera-se muito amiga de Ternurinha (Zezé Polessa), mas as duas vivem disputando para ver quem é mais rica e bem relacionada. Só se juntam para falar mal de Florinda (Emanuelle Araújo), a linda esposa de Zenóbio (Guilherme Fontes), a quem invejam.

Farid (Mohamed Harfouch) – O turco barbeiro itinerante passa de casa em casa extraindo dentes, fazendo a barba dos homens da região e cortando cabelo. É casado com Neusa (Heloísa Perissé), mas tem mais duas mulheres, Bartira (Andreia Horta) e Penélope (Paula Burlamaqui). Em Brogodó, toca sua sanfona com Quiquiqui (Marcello Novaes) e Setembrino (Glicério Rosário) para animar as noites da venda de Florinda (Emanuelle Araújo). É bom de conversa, muito cavalheiro e bem vestido.

Penélope (Paula Burlamaqui) – É uma das primeiras jornalistas e fotógrafas brasileiras. Sofisticada, vive na capital onde conheceu Farid (Mohamed Harfouch), com quem se casou sem pensar duas vezes. Só descobrirá a infidelidade do marido quando for a Brogodó cobrir a história da princesa perdida no sertão. Lá, conhecerá Herculano e passará a acompanhar o bando, documentando a vida no cangaço em filme, como uma “Benjamin Abraão” de saias.

Bartira (Andreia Horta) – A terceira mulher de Farid (Mohamed Harfouch) é bonita e muito sensual. A única com quem o turco tem filhos. Vive em Vila da Cruz.

Quiquiqui (Marcello Novaes) – O irmão de Setembrino (Glicério Rosário) só não gagueja enquanto está cantando e tocando zabumba com o famoso trio de forró, que anima as noites brogodenses. Quando não está tocando, vende santos na porta da igreja. Foi criado com o irmão pelo padre Joaquim (Genézio de Barros) e frequenta o curso de alfabetização da professora Teínha (Patrícia Werneck), por quem se apaixona. É motivo de gozação por sua gagueira, sendo defendido apenas pelo irmão.

Setembrino (Glicério Rosário) – Assim como o irmão Quiquiqui (Marcello Novaes), o pequenino e inteligente rapaz é órfão e foi criado pelo padre Joaquim (Genézio de Barros). Trabalha com o irmão na venda de Florinda (Emanuelle Araújo) e também faz parte do trio de forró, onde toca triângulo. Também se apaixona por Teínha (Patrícia Werneck), mas abdica de seu amor quando percebe que o irmão também gosta da professora.

Galego (Renan Ribeiro) – O filho de Damião (Tony Tornado) e Amália (Débora Duarte), empregados na fazenda do Coronel Cabral, é motivo de discórdia em casa. Muito diferente dos pais e irmãos Tibungo (Land Vieira), Juca (Max Lima) e Maria Cesária (Lucy Ramos), o menino é ruivo e de pele branca. Sofrerá discriminação do próprio pai, que vê no menino a prova da traição de Amália (Débora Duarte). Amigo dos irmãos Setembrino (Glicério Rosário) e Quiquiqui (Marcello Novaes), Galego é apaixonado por Rosa (Isabelle Drumond), mas não tem coragem de se declarar.

Téinha (Patrícia Werneck) – Irmã mais nova de Florinda (Emanuelle Araújo), a moça estudou na capital e voltou a Brogodó sabendo bordar, tocar piano e logo virou a professora do grupo escolar da cidade, onde mantém um curso de alfabetização de adultos. Quiquiqui (Marcello Novaes) e Setembrino (Glicério Rosário) são apaixonados por ela.

Rosa (Isabelle Drumond) – A filha mais velha de Zenóbio (Guilherme Fontes) e Florinda (Emanuelle Araújo) ajuda Téinha (Patrícia Werneck) na escola.

Padre Joaquim (Genézio de Barros) – Há muitos anos no sertão, o padre comanda a igreja do santo padroeiro, São João Batista. Embora tema a chegada da corte de Seráfia, é bastante conciliador e ajudar a mediar conflitos e interesses. Cuida de seu sobrinho Eronildes, o Nidinho (João Fernandes Nunes), e dos irmãos que encontrou num orfanato, Quiquiqui (Marcello Novaes) e Setembrino (Glicério Rosário).

A rainha-mãe, Efigênia (Berta Loran) – Mãe do rei Augusto (Carmo Dalla Vecchia), a matriarca é doce, mas fala o que pensa para quem quer que seja. Ajudará Açucena (Bianca Bin) a se tornar uma verdadeira princesa.

Damião (Tony Tornado) – Trabalhador da fazenda do coronel Cabral (Reginaldo Faria), sofre por suspeitar que foi traído pela mulher Amália (Débora Duarte) por ter um filho branco, Galego (Renan Ribeiro).

Amália (Débora Duarte) – Mulher de Damião (Tony Tornado), a sertaneja também trabalha duro na fazenda e é acusada de ter traído o marido Damião (Tony Tornado).

Miguézim (Matheus Nachtergaele) – O fundador da comunidade de Vila da Cruz é uma espécie de profeta. Com sua túnica puída e cajado conforta o povo sofrido da região, que vai ao cruzeiro erguido por ele para ouvi-lo. Sonhará com a chegada de um rei que livrará o povo do sertão da opressão dos senhores de terra e verá em Dom Inácio (Maurício Destri) seu sucessor, emprestando-lhe as palavras, o cajado e uma pesada missão.

Tibungo (Land Vieira) – É uma espécie de jagunço de Timóteo (Bruno Gagliasso) e compartilha das desconfianças do pai Damião (Tony Tornado) em relação ao irmão Galego (Renan Ribeiro).

Filó (Flávia Rubim) – A empregada da casa de Batoré (Osmar Prado) é graciosa, esperta e morre de medo de ficar solteirona. É cúmplice de Farid (Mouhamed Harfouch) e é a única que conhece o segredo do turco.

Lilica (Nanda Costa) – A espevitada empregada da casa do coronel Cabral (Reginaldo Faria) é órfã e agregada da casa. Seguindo ordens do patrão, vigia Antônia (Luiza Valderato) para evitar que ela tenha contato com rapazes. Gosta de Tibungo (Land Vieira), mas luta contra esse amor e tenta se aproximar de Nicolau (Luiz Fernando Guimarães) para se tornar nobre e morar em Seráfia.

Cabo Paçoca (Marcelo Flores) – Medroso, atrapalhado e fofoqueiro, trabalha na delegacia de Batoré (Osmar Prado).

Soldado Rufino (Alessandro Tcche)
– É mais sério e mais corajoso que Paçoca. Um pouco mal humorado, não resiste a um rabo-de-saia.

Os cangaceiros

Zóio-Furado (Tuca Andrada) – O informante e mensageiro de Herculano (Domingos Montagner) é bastante feio e usa tapa-olho.

Bel, Belarmino (João Miguel) – Só tem o respeito dos demais companheiros porque, apesar de vaidoso e afeminado, é muito valente e corajoso quando está lutando. Vai se apaixonar por Penélope (Paula Burlamaqui), quando a jornalista passar um tempo no cangaço.

Cândida (Ilva Nino) – A mãe de Herculano (Domingos Montagner) nasceu cangaceira e perdeu o marido no cangaço. Suas histórias confirmam a fama de cruel, corajosa e mandona. Só respeita o filho Herculano (Domingos Montagner).

As crianças

Lady Cecília (Sofia Terra) – Sua adoção pela tia Úrsula (Debora Bloch) esconde um segredo. É uma menina bonita, de bom coração, curiosa e bastante comunicativa. No Brasil, se tornará amiga de Juca (Max Lima), filho de Damião (Tony Tornado) e Amália (Débora Duarte).

Juca (Max Lima) – O irmão mais novo de Maria Cesária (Lucya Ramos) disputa o amor de Lady Cecília (Sofia Terra) com Nidinho (João Fernandes Nunes). Trabalha como contínuo na prefeitura e dá boas ideias para Patácio (Marcos Caruso).

Eronildes, o Nidinho (João Fernandes Nunes) – Muito levado, enlouquece o tio, o padre Joaquim (Genézio de Barros), com sua bagunça. Na hora da missa e de suas orações, o menino vira um anjo e ajuda na sacristia. Encanta-se com Lady Cecília (Sofia Terra).

Dulcina (Bárbara Maia) e Zig (Caio Manhante) – São filhos de Zenóbio (Guilherme Fontes) e verdadeiros cientistas-mirins.

Participações Especiais

Coronel Januário Cabral (Reginaldo Faria) – Dono da Fazenda Morro Branco, é o maior latifundiário da região. Fará de Jesuíno (Cauã Reymond) seu braço direito depois que a família do cangaceiro Herculano (Domingos Montagner) passar a morar na fazenda. Ao morrer, deixará seu legado para o filho Timóteo (Bruno Gagliasso).

Angélica Cabral (Beth Berardo) – A mulher de Januário (Reginaldo faria) é doce, bondosa e generosa com seus empregados. Morre logo após o parto de Antonia (Luiza Valdetaro), deixando-a órfã. Terá seus segredos conhecidos pela filha que vai ler seu diário depois que, escondida de todos, for alfabetizada por Teínha (Patrícia Werneck).

Rainha Cristina (Alinne Moraes) – A linda e educada plebéia Cristina encantou Augusto (Carmo Dalla Vecchia) e tornou-se rainha de Seráfia Norte, para ódio de Úrsula (Debora Bloch), noiva de Augusto na época. Com a única filha, a princesa Aurora (Bianca Bin), Cristina será vítima da vingança da duquesa, que nunca se conformou em ter sido trocada.

Rei Teobaldo (Thiago Lacerda) – O marido de Helena (Mariana Lima) e pai de Felipe (Jayme Matarazo) e Inácio (Maurício Destri) é o rei de Seráfia do Sul. Morre em uma batalha contra Seráfia do Norte, mas, antes, firma um acordo de paz com o rei Augusto (Carmo Dalla Vecchia). Pelo acerto, seu filho Felipe (Jayme Matarazzo) deve se casar com a princesa Aurora (Bianca Bin).

Rainha Helena (Mariana Lima) – Esposa de Teobaldo (Thiago Lacerda), mãe de Felipe (Jayme Matarazo) e Inácio (Maurício Destri). Perde o marido quando está grávida de Inácio (Maurício Destri).

Amadeus (Zé Celso Martinez) – É o oráculo e grande conselheiro do reino e quem interpreta os sonhos do rei Augusto (Carmo Dalla Vecchia).

Para mais informações, acesse o site oficial da novela.

Gostou? Então Clique no Botão +1 e Curta no Facebook!





Receba novidades sobre "Cordel Encantado: história, elenco, personagens, fotos e vídeos da nova novela das seis da Globo" e outros posts do Entretendo. Cadastre-se:

Comente no Facebook!

6 Comentários

  1. MARIA TEREZA disse:

    A MINHA NOVELA WUE EU NUNCA VOU ESQUECER VAI SER CORDEL ENCANTADO E EU AMO BIANCA BIN AÇUCENA AURORA

Faça o seu Comentário

© Copyright Entretendo.com 2007/2011. All rights reserved.
Theme Junkie Modificado e Otimizado. Políticas de Privacidade.