DC Comics fala do destino de seus ícones

0


Foi uma semana boa para os quadrinhos, tantos nos EUA quanto aqui no Brasil. Aqui continuamos com os lançamentos de A Guerra do Anel, Titãs do Futuro e Superman por Richard Donner, isso na parte da DC, já na Marvel, o Homem-Aranha, para a nova fase que está se mostrando um desastre lá fora, ganhou até um site, Um Novo Dia, para o desagrado dos fãs do cabeça-de-teia.

Mas eu vim aqui para falar da DC Comics e as decisões editoriais que andam agitando o universo mais antigo de super-heróis. Agora que Batman R.I.P. chegou ao fim, Dan DiDio, editor-cefe da DC Comics volta a falar do futuro do personagem. Primeiro ele dá uma declaração que todos nós já sabíamos: “É claro que Bruce Wayne voltará a ser o Batman, um dia!”. Não falarei sobre o final da saga, para não transformar esse assunto em spoiler, mas o fim de Bruce Wayne é quase um repeteco de Morte Em Família, quem leu sabe do que estou falando.

Enquanto isso o fantástico Neil Gaiman (criador da série Sandman) e Adam Kubert escrevem e desenham uma minissérie que mostrará a s conseqüência do acontecido, enquanto, no mesmo mês, começa a saga “A Batalha pelo Manto”, escrita e desenhada por Tony Daniel (Teen Titans, Flash: The Fastet Man Alive e Batman: R.I.P.). Veja a capa de uma das edições abaixo:

Já do outro lado, com o Homem de Aço, as coisas também não andam muito bem. DiDio veio com declarações que a revista Action Comics não será lar somente do único kryptoniano vivo (que não é mais único).

Durante oitenta longos anos, a revista Action Comics veio única e exclusivamente com histórias do Superman. Foi nela que ele surgiu, na edição número um (hoje ela vale, aproximadamente, US$ 1.380.000,00). Então, como a idéia do ditor-chefe é revirar o universo DC de cabeça pra baixo, a revista contará com histórias de Flamebird e Nightwing, novas versões dos super-heróis da “Era de Prata” (???), que agora são kryptonianos que habitam a Terra. As histórias serão de Greg Rucka (Gotham Central) e o brasileiro Eddy Barrows. Além disso, para falar sobre a nova colônia de kryptonianos que habita a Terra (???), chamaram Andrew Kreisberg (roteirista da série de TV, Eli Stone) e Pete Woods (Dead Pool, Ataque das Amazonas) para Superman: New Krypton.

Para finalizar a loucura, DiDio cumpre o que promete e chamou o atual roteirista e desenhista da Action Comics para novelizarem Superman: Secret Origin, onde será contada, pela quarta vez, uma nova origem para o homem-de-aço. É esperar pra ver.

Com essa bagunça toda de disputa pelo manto do Batman, DiDio declarando: “Você percebe na ausência qual é verdadeiro valor do personagem”, um monte de kryptoniano, vindos de… Krypton, pelo jeito! Superman reiniciando sua história, pela quarta vez (não considerei do filme de Donner, escrita por Mario Puzo, pois estou falando de quadrinhos), eu vejo um desastre iminente na editora de quadrinhos que possui os dois maiores ícones de representação de super-heróis.

Superman iniciou tudo, Batman firmou a idéia, mas agora DiDio quer retornar a um período que morreu antes mesmo da maioria dos atuais leitores dos quadrinhos terem nascido. É possível? Talvez, mas com isso, ele pode conseguir a maior debandada que já aconteceu. Tanto que hoje em dia, você lê muito as pessoas dizendo que preferem as graphic novels ou então as série mais adultas, pois fica complicado acompanhar o que anda sendo feito com os dois principais da editora. Espero que o editor-executivo perceba seu erro, ou então que o Presidente da DC Comics, Sr. Paul Levitz, perceba o desastre que está para acontecer e barre seu vice-presidente e editor-executivo o mais rápido possível.

Gostou? Então Clique no Botão +1 e Curta no Facebook!




Tags:, ,

Receba novidades sobre "DC Comics fala do destino de seus ícones" e outros posts do Entretendo. Cadastre-se:

Comente no Facebook!

Faça o seu Comentário

© Copyright Entretendo.com 2007/2008. All rights reserved.
Theme Junkie Modificado e Otimizado. Políticas de Privacidade.