Disney e Marvel, Rei Macaco x Hitman Monkey, Will Eisner, As Melhores HQ’s da Década, Geoff Johns e Dodgem Logic

1

Desculpem pelo atraso. Lembrando que o post contém SPOILERS, então leia por sua conta e risco.


Quem pensava que a discussão sobre a Disney ter comprado a Marvel Comics havia esfriado, simplesmente se enganou. Na semana que passou, o blog do jornal Wall Street Journal teve acesso a um documento confidencialíssimo sobre a compra, aonde dizia quanto cada executivo da Marvel Enterprises receberá na negociação. Michael Corkery, responsável pela matéria, a denominou como “Super Human Pay Day” (algo como Dia de Pagamento Super-Humano). Da compra de US$ 4 bilhões de dólares, o atual presidente da empresa, Isaac Pelmuter, retirará US$ 1,6 bilhão, mas pode vir a sofrer um processo por fraude, pois já consciente da transação, retirou US$ 34 milhões só de um investimento em ações da Marvel. Vários outros executivos terão uma participação alta nos lucros, somente ficando de fora – pelo menos seus nomes não constam na lista – o vice-presidente de vendas da Marvel Comics (responsável apenas pelas HQ’s), David Gabriel, e o editor-chefe deste braço da empresa, Joe Quesada. O que acho uma injustiça, já que a Marvel se fez graças aos quadrinhos que dela advém e sem eles a empresa hoje não seria nada.


Continuando com a Marvel, na semana passada ela anunciou o lançamento de Hitman Monkey, personagem criado por Frank Cho. Só que nesta semana, o site Bleeding Cool fez uma comparação sobre esta personagem e a dos brasileiros Hector Lima e Wilson Jr., Rei Macaco. O site falou sobre um plágio da parte da Marvel com o personagem dos dois, que ainda não foi enviado a Zuda Comics, com quem eles pretendem fazer o lançamento.

Com receio de ser acusado de plágio também, o escritor Hector Lima colocou em seu blog a imagem da personagem, desenhada por Wilson Jr. dias antes do anuncio da Marvel. Procurado por um site brasileiro, Hector Lima afirmou que não gostaria de colocar o desenho no seu blog, mas com medo de perder a negociação com a Zuda Comics (parte da DC Comics), ele preferiu colocar para mostrar que não estava copiando nada, de ninguém. Como ele mesmo diz, um macaco portando armas não é a coisa mais orginal do mundo, mas a histórias de ambos são bem diferentes. Enquanto o da Marvel é mesmo um macaco, o de Hector Lima é um humano vestindo uma máscara de macaco. Espero que não cause problemas para os dois brasileiros e eles consigam lançar sua história na Zuda.

Permanecendo no nosso país verde-amarelo, finalmente chega ao Brasil a graphic novel Assunto de Família, de Will Eisner, que tem publicação da Editora Devir. Esta novela gráfica do autor era a única que ainda não havia sido publicada aqui no nosso país. Will Eisner foi um dos escritores e desenhistas mais prolíferos dos quadrinhos, publicando revistas até 2005, ano em que veio a falecer. É considerado o maior dos quadrinistas do mundo, tendo até um prêmio em seu nome. Esta graphic novel fecha os lançamentos dele, que começaram na Editora Abril em 1998. Will Eisner causou até polêmica aqui no país com a publicação Um Contrato de Deus.

Mudando de assunto um pouco, o site A.V. Club, braço do The Onion, elegeu os melhores desta década que está quase acabando. Dentre os escolhidos temos a DC Comics representada por All-Star Superman, de Grant Morrison e Frank Quitelly e DC: The New Frontier, de Darwyn Cooke, na Vertigo/DC Comics, Y: The Last Man, de Brain K. Vaughan, e Daredevil, de Brian Michael Bendis e Alex Maleev. A escolha não tem uma ordem definida, mas é muito eclética.

Retornando aos quadrinhos em si, Geoff Johns, revoltado com os protestos dos leitores, escreveu a Adventures Comics #04, do retorno Superboy Prime, como uma resposta. Na história, vemos a personagem de volta a Terra Primordial (nossa Terra) lendo a própria revista e querendo saber o que acontecerá a seguir, indo pesquisar spoilers na internet, quando surge o Alexander Luthor II, da Terra 3, ressuscitado como um Lanterna Negro e fala ao Superboy que todos o odeiam demais. Aparentemente essa história é a tal resposta de Johns, que anda saturado das críticas, mesmo com todos dizendo que ele é o roteirista por trás da atual DC. Vale falar que de certa forma ele é mesmo, graças aos seus trabalhos na revista do Lanterna Verde e suas histórias de ressuscitamentos.

Para fechar, a nova revista escrita por Alan Moore, a underground Dodgem Logic, ganhou um site com um vídeo do autor e muitas novidades, dentre elas um jogo de tarô e uma Bola 9 Mágica. Para acessá-los, clique nas letras D.I. no final da página e divirta-se… Ah, é em inglês.

Gostou? Então Clique no Botão +1 e Curta no Facebook!





Receba novidades sobre "Disney e Marvel, Rei Macaco x Hitman Monkey, Will Eisner, As Melhores HQ’s da Década, Geoff Johns e Dodgem Logic" e outros posts do Entretendo. Cadastre-se:

Comente no Facebook!

01 Comentário

Faça o seu Comentário

© Copyright Entretendo.com 2007/2009. All rights reserved.
Theme Junkie Modificado e Otimizado. Políticas de Privacidade.