Revelações da DC e da Marvel… E Will Eisner é coisa do diabo

0

Contém SPOILERS, então leia por sua conta e risco.

As coisas na andam bem para nenhuma das maiores editoras dos Estados Unidos. No mês de maio a indústria de quadrinhos teve uma queda de 18% de pedidos à Distribuidora Diamond Comics, de acordo com o site ICV2, mas nem por isso deixam de surgir revelações, tanto da DC Comics, quanto da Marvel Comics. Comecemos com a editora mais antiga do mercado quadrinhistico estadunidense, a DC.

Como alguns já estão cientes, o novo Batman é Dick Grayson e o novo Robin é Damian Wayne, filho de Bruce Wayne e Talia Al Ghul. Mas que destino teve Timothy Drake (ou melhor, Timothy Wayne)? Ele se tornou o Red Robin!

“Mas como assim?”, alguns se perguntarão. Tim não ficou nada satisfeito com a opção de Dick, ao aceitar Damian como o novo Robin, então para poder agir, se envolver o nome do Batman com isso, ele optou pelo disfarce de Red Robin, que durante um curtíssimo período fora Jason Todd e depois descobriu-se que um ex-militar estava por trás da máscara. A revista será escrita por Christopher Yost (Novos X-Men) e desenhada por Ramon Bachs (Geração M).

Indo na direção do maior super-grupo da DC Comics, a Liga da Justiça, é anunciada a nova equipe de roteirista e desenhista que estará fazendo as histórias. Como já falei aqui, Dwayne McDuffie (Static Shock) fora demitido da série mensal da equipe e tinha passado a responsabilidade – temporariamente – para Len Wein (Mulher-Maravilha). Esta semana a equipe criativa que estará fazendo as história da LJA foi anunciada, o roteirista será James Robinson (Superman) e nos desenhos teremos Mark Bagley (Batman). A dupla deve iniciar seus trabalhos a partir de outubro, já que Wein deve escrever até a edição #37. A Liga vinha tendo baixas de vendas desde a saída de Brad Meltzer (Crise de Identidade) e busca com aentrada desta dupla, boas histórias e um crescimento nas vendas.

Indo para a Marvel Comics, o editor-chefe Joe Quesada anuncia a tiragem #900 de uma de suas séries. O mais impressionante é que não é de nenhum personagem antigo, mas de Deadpool. Lógico que tudo não passa de uma brincadeira de marketing, na intenção da editora (mais nova que sua concorrente) poder publicar o que viria a ser a edição 900, como é prometido pela revista Action Comics, para o ano que vem.

Indo na direção de outra revelação bombástica (mas já muito esperada), o novo Capitão América não chega a ser nenhuma novidade. Ele será ninguém menos que o eterno Steve Rogers. A capa da Captain Amercia #600 já saiu e é uma comemorativa de aniversário do bandeiroso, tendo muitas imagens até o atual Capitão, Bucky Barnes. Aparentemente, tudo começará nesta revista comemorativa e terá continuidade em julho, quando retornarão mesmo com Rogers. Apesar das revelações, agora começam as especulações de como trarão o “verdadeiro” Capitão de volta ao mundo do vivos, sendo que, para a Marvel isso é fácil, pois ela já está familiarizada com idas e vindas do mundo de Hades. Os responsáveis por Reborn serão Ed Brubaker (Dardevil) e Brian Hitch (The Ultimates).

E falando em retorno, a editora planeja ressuscitar a mal fadada “Saga do Clone”, mas “da forma que deveria ter sido contada originalmente”, como deixaram anunciado. Agora a saga deverá retornar em seis edições somente, tendo um começo, um meio e um fim, coisa que nunca ficou bem definido. Os responsáveis serão Howard Mackie (X-Factor) e Tom DeFalco (Spider Girl), que estiveram envolvido com a saga nos anos de 1990. Abaixo vai um trailer da minissérie Reborn, narrado pela ex-agente da SHIELD e assassina do Capitão América, Sharon Carter.

Para fechar, a Graphic Novel Um Contrato com Deus e Outras Histórias de Cortiço, do magistral Will Eisner (criador do Spirit) recebe criticas pesadas de educadores de São Paulo e do Paraná. Eles pedem que a revista seja retirada das bibliotecas públicas, devido seu alto teor e violência e sexo, pois o acesso a essas seriam de jovens na faixa etária de 11 anos. A coisa ficou tão feia que um blog religioso chegou a afirmar que “… a sociedade brasileira tem deixado o Poder das Trevas colocar em execução tudo o que foi planejado nas profundezas do inferno…”.

Acho, sinceramente, este tipo de criticas um absurdo, pois as crianças têm o costume de testemunhar coisas bem piores na televisão e a revista não passa de um relato real da sociedade, tanto estadunidense, quanto brasileira. “Um Contrato com Deus…” é uma revista em quadrinhos madura e inteligente, escrita por um dos maiores gênios dos quadrinhos mundiais e deveria ser respeitado como tal e os religiosos e educadores que insistem em falar mal da novela gráfica deveriam se preocupar também com o que deixam seus filhos assistirem na televisão ou mesmo testemunhar dentro dos próprios lares. É tudo real, só venda os olhos quem deseja ser cego.

Gostou? Então Clique no Botão +1 e Curta no Facebook!





Receba novidades sobre "Revelações da DC e da Marvel… E Will Eisner é coisa do diabo" e outros posts do Entretendo. Cadastre-se:

Comente no Facebook!

Faça o seu Comentário

© Copyright Entretendo.com 2007/2009. All rights reserved.
Theme Junkie Modificado e Otimizado. Políticas de Privacidade.