Yeshuah, Marvel na Panini, Nemesis, Earth One: Superman e Batman e o retorno de Bruce Wayne

0

Contém SPOILERS, leia por sua conta e risco.

Comecemos com algo bíblico. Yeshua: Assim Em Cima, Assim Embaixo, novo álbum do quadrinhista brasileiro Laudo Ferreira Jr. (Histórias do Clube da Esquina), conta a história de Jesus conforme a tradição hebraica. O que quer dizer isso? Bem, os nomes que estamos acostumados a ler na Bíblia ou a ouvir durante os ritos cristãos serão Yeshua (Jesus), Miriam (Maria) e Yosef (José). Estes eram os nomes tradicionais da época. Acredito que a intenção do autor e desenhista seja nos trazer as tradições de sua raiz para os dias atuais, tanto que ele se valerá não somente do Novo Testamento, mas também dos escritos apócrifos, para escrever esta história. A arte final é de Omar Viñole, sócio de Laudo Ferreira Jr., desde 1996, da Estúdio Banda Desenhada. A publicação terá 3 volumes, sendo a primeira lançada pela Editora Devir com 160 páginas no valor sugerido de R$ 23,00.

Já na Editora Panini, a sua divisão Panini Comics prometeu para os próximos meses cinco edições de luxo das revistas da Marvel Comics. A primeira deve sair ainda em dezembro e se chamará Homem-Aranha: Com Grandes Poderes…, aonde será recontada a origem do aracnídeo. A edição é escrita por David Lapham (Wolverine) e desenhada por Tony Harris (Ex-Machina). Já as seguintes são: Capitão América: A Escolha, minissérie do herói soldado roteirizada por David Morrell – o escritor que criou Rambo – e desenhada por Mitch Breiweiser; Namor: As Profundezas, escrita por Peter Milligan (Infinity, Inc.) e desenhada por Essad Ribic (The Brotherhood); Magneto: Testamento, com roteiro de Greg Pak (War Machine) e arte de Carmine Di Giandomenico (Conan o Bárbaro); Mitos Marvel, uma coleção de histórias de origem de vários heróis Marvel, recontadas por Paul Jenkins (Son of Hulk) e com a arte pintada de Paolo Rivera (Spectacular Spider-Man).

Ainda na Marvel, mas agora no seu selo editorial Icon, volto a falar do personagem cheio de controvérsias, Nemesis. Após anunciar sua estréia para março de 2010, Mark Millar (Kick Ass) e Seteve Mc Niven (Novos Vingadores), voltaram a falar mais seobre a personagem. Eles revelaram que Nemesis é um vilão que vai de país em país para testar a esperteza do melhor policial que conseguir. E aí ele manda uma pequena coroa de flores com a data e o horário em que o cara vai morrer, e todos morrem naquele exato momento. Todos os melhores policiais na costa do Pacífico (a história começa no Japão) estão mortos, e aí ele vai para os EUA e testa a capacidade de um cara para impedí-lo. De acordo com Miller, Nemesis é a inversão do arquétipo de Bruce Wayne e Tony Stark. Seria assim: O que aconteceria se um gênio bilionário fosse um canalha, e a única coisa entre ele e a cidade fossem os policiais? Eu só fico pensando como será esta história.

Indo para a DC Comics, a editora tem planos para – novamente – relançar a origem de suas principais personagens. Earth One será o nome da série de graphic novels lançadas na intenção de atrair um novo público. Nesta série, que tem também como intenção serem vendidas em livrarias, os escritores não precisaram se preocupar com a linha editorial das revistas, pois não as seguirá, serão histórias a parte. As duas primeiras são com os dois mais conhecidos da editora, Superman e Batman.

Superman: Earth One será escrita por J.M. Straczynski (The Amazing Spider-Man) e desenhada por Shane Davis (Superman/Batman), enquanto Batman: Earth One será escrita por Geoff Johns (Lanterna Verde) e desenhada por Gary Frank (Tom Strong).

Ainda na DC, uma notícia mais do esperada, desejada – e prevista – chegou do USA Today, O Batman orginal, Bruce Wayne, retorna em abril de 2010. O problema – para mim – é quem contará esta história, Grant Morrison (Batman: Descanse em paz).

Morrison conseguiu um feito incrível de matar Bruce duas vezes, uma em Descanse em Paz e outra ao fim de Crise Final. Agora ele pretende trazê-lo de volta no único estilo que ele conhece, das histórias dos anos de 1950. Os poucos que conhecem esta época degradante do Batman, ele fazia várias viagens dimensionais e no tempo e conhecia várias versões suas em planetas estranho ou do passado. Essa segunda versão foi reutilizada de forma inteligente nos álbuns Túnel do Tempo (Elseworld, nos EUA), mas para Morrison isso não é satisfatório, então ele precisa dar seu próprio tom. Cada história será desenhada por um desenhista diferente, começando por Chris Sprouse (Tom Strong), que deverá contar a história do Batman das cavernas, esboçado pelo desenhista Andy Kubert (Batman: Cacofonia) e a segunda ficará por conta do desenhista Frazer Irving (Batman & Robin).

Se as histórias valerão a pena ou não, eu não sei, mas a boa notícia é que as seis edições que farão parte desta história trarão de volta o Cavaleiro das Trevas que todos aprendemos a gostar. Agora é esperar para ver qual será o futuro do atual Batman com isso tudo, pois já existe um personagem usando o nome Asa Noturna na editora.

Gostou? Então Clique no Botão +1 e Curta no Facebook!





Receba novidades sobre "Yeshuah, Marvel na Panini, Nemesis, Earth One: Superman e Batman e o retorno de Bruce Wayne" e outros posts do Entretendo. Cadastre-se:

Comente no Facebook!

Faça o seu Comentário

© Copyright Entretendo.com 2007/2009. All rights reserved.
Theme Junkie Modificado e Otimizado. Políticas de Privacidade.