Confira vídeo em que Luciano do Valle detona Milton Neves, Godoy e Neto

5

foto luciano do valleEm minhas andanças por comunidades no Orkut, me deparo com um vídeo onde o narrador da Band, Luciano do Valle (foto) fez severas críticas a seus “companheiros” de emissora, Milton Neves, Oscar Roberto Godoy e Neto, além de Flávio Prado, da Rede Gazeta.

O jornalista disse que a imprensa de São Paulo está querendo guerra com a imprensa brasileira e que “não adianta ir na onda deles, eles querem bagunça” referindo-se aos acima citados.

Luciano acrescentou ainda que Milton Neves e cia não têm diploma, o que os descredenciariam a comentar ao seu lado.

As declarações foram dadas hoje no programa Tudo em Dia e o motivo teria sido o circo feito em volta da final da Copa do Brasil, entre Sport e [BP]Corinthians:Futebol[/BP], pelos já mencionados acima, o que gerou um clima de guerra para a partida.

Ao que parece, Luciano do Valle foi demitido e não narrará a partida. O narrador sempre foi muito ligado ao nordeste e certa vez se ofereceu à Rede Globo para narrar jogos feitos apenas na região. Confira o polêmico vídeo abaixo:

[ATUALIZAÇÃO]

Ele narrou o jogo. E parabéns ao Sport Club Recife pelo título da Copa do Brasil.

Gostou? Então Clique no Botão +1 e Curta no Facebook!





Receba novidades sobre "Confira vídeo em que Luciano do Valle detona Milton Neves, Godoy e Neto" e outros posts do Entretendo. Cadastre-se:

Comente no Facebook!

5 Comentários

  1. Flávio Doming disse:

    Senhores, para vosso conhecimento, segue abaixo a carta que mandei para a coluna Zapping da Folha quando ela comentou o assunto:

    Prezada Senhora,

    Como jornalista (diplomada), de um dos mais importantes jornais do Brasil, a Senhora não pode deixar de contextualizar o porque da declaração de Luciano da TV Clube.

    Milhares de pessoas já sabem… são mais de 100.000 acessos no youtube onde se mostra que o jornalista (com diplomado) se revoltou com a forma preconceituosa que a imprensa do Sul do país trata o Nordeste.

    É um absurdo o que é feito pela imprensa do centro-sul contra o Brasil, afinal de contas, somos uma federação composta de estados-membros… entre eles, nove que ficam no Nordeste.

    Por isso, peço a senhora que em próxima coluna complemente a informação e faça um desagravo para o Luciano, que defendeu a unidade nacional, defendeu o Brasil… ele não estava simplesmente “nervoso” e – sim – revoltado com a irresponsabilidade de pessoas que formam opinião e agrediram o povo do Recife e poderiam ter estimulado brigas e provocado uma tragédia. Os dois deram argumentos para acirrar a guerra entre as torcidas. De sorte, foi um dia de festa, com frevo, maracatu… e Carlinhos Bala. Bala, naquele dia, só na bola.

    Acredito até ser possível acionar na justiça esses “jornalistas” (os tais… sem diploma) que fizeram declarações discriminatórias em rede de TV que induzem as pessoas a pensar que são contra a unidade do país, que podem estimular o fachismo, os neo-nazismo, os skinheads. São declarações que podem os condenar por crime de incitação a violência, É crime ou não o incitar tais práticas?

    O Nordeste tem um povo ordeiro, trabalhador, que enfrentar o sol causticante do sertão buscando o sustento em condições inimagináveis para um engravatado da Av. Paulista. Este povo não pode ser desmerecido… Se o Nordeste brasileiro tem um povo sofrido, também tem alguns dos mais ilustres representantes da raça brasileira, dos quais os paulistas devem se orgulhar também. São ou não motivos de orgulho, figuras como Ariano Suassuna, Luiz Gonzaga, Barbosa Lima Sobrinho, Manuel Bandeira, Chico Science, Aberlardo Barbosa, João Cabral de Mello Neto, Evaldo Cabral de Mello, os Ermírio de Moraes, os Othon Bezerra de Melo, o Presidente da República, Miguel Arraes, Austregésilo de Athayde, Antonio Maria, Kid Moringueira, Bezerra da Silva, Alceu Valença, Lenine, Antonio Nóbrega, Dominguinhos, Ademir Menezes, Almir (O pernambuquinho), Juninho Pernambucano, Rivaldo, João Falcão, Guel Arraes, Lula Queiroga, Luis da Câmera Cascudo, Sivuca, Gilberto Freyre, Nelson Rodrigues, Mário Filho (O tal Maracanã), Frei Caneca, Carlos Pena Filho, Marco Nanini, Arlete Sales, Josué de Castro, Marcus Vinícius Vilaça… e Carlinhos Bala também… talvez não tão importante culturalmente quanto os anteriores, mas uma tradução da luta de uma gente brasileira, de todos os cantos do país, que tem algo em comum: nascer na pobreza, sobreviver, lutar e vencer…

    Os famosas e anônimos daqui de cima exigem atitude de estimulo a unidade da Federação Brasileira e não a postura anti-Brasil.

    Sem mais,

    Atenciosamente,

    Flávio Domingues

    Produtor Cultural

Faça o seu Comentário

© Copyright Entretendo.com 2007/2008. All rights reserved.
Theme Junkie Modificado e Otimizado. Políticas de Privacidade.