Entenda o caso Edward Norton x Marvel Studios

2


Esse foi o principal assunto da semana no meio cinematográfico: a saída de Edward Norton do filme dos Vingadores. Pois é, o cara não vai viver o Hulk no longa, e agora seu posto está vago. Mas por que isso aconteceu, já que o Marvel Studios parecia estar no caminho certo na realização do crossover? Vamos entender.

Tudo começou ainda durante a produção de O Incrível Hulk. Norton, que também auxiliava no roteiro do filme, queria o longa mais centrado no desenvolvimento dos personagens, enquanto a Marvel queria mais ação. No final das contas o estúdio ganhou a queda de braço e o filme não saiu como o ator queria, o que o teria levado a repensar a participação em futuros filmes do gigante esmeralda.

Mas tudo parecia ter se acertado quando Norton disse, algum tempo depois, que via com outros olhos sua participação nas produções após a saída de algumas pessoas que ele não tinha lá muita simpatia e teria até se encontrado com o provável diretor do filme dos Vingadores, Joss Whedon. Mas, pelo visto, só parecia mesmo, já que nessa semana, em um comunicado oficial ao site Hit Fix, o manda chuva do Marvel Studios, Kevin Feige, disse: Nós tomamos a decisão de não trazer Ed Norton para interpretar Bruce Banner no filme dos Vingadores. Nossa decisão não foi baseada em questões monetárias, mas sim na necessidade de um ator que represente a criatividade e espírito colaborativo do resto do nosso elenco. Os Vingadores precisam de atores que desejam trabalhar como um elenco, como demonstrado pelo Robert (Downey Jr), Chris Hemsworth, Chris Evans, Samuel (L Jackson), Scarlett e todos os outros envolvidos. Nós estamos procurando um nome para anunciar que preencha todos esses requisitos já para as próximas semanas. Traduzindo, os caras se encheram das exigências e do temperamento do Norton e mandaram ele pra rua.

Só que, logicamente, o outro lado não ficaria quieto, vide que as declarações de Feige deixaram várias insinuações em relação ao ator. Foi então que a empresa WME, por meio de Brian Swardstrom, agente de Norton, mandou esta: “Nós sabemos que inúmeros fãs expressaram seu descontentamento com esse resultado. Mas isso não é desculpa para os comentários ofensivos de Feige. Diferente do que ele deu a entender, Edward estava ansioso para a oportunidade de trabalhar com Joss (Whedon) e os outros atores do elenco de Os Vingadores, muitos dos quais são amigos pessoais dele. A declaração de Feige não é profissional, é cheia de falsidade e claramente difamatória. O talento de Norton, sua ética de trabalho e integridade profissional merecem mais respeito, assim como os fãs da Marvel”. Responderam na mesma moeda, já que realmente Feige poderia ter sido mais ameno em suas declarações.

Mas e o principal envolvido nisso, ficou quieto? Não, Edward Norton, mesmo avesso à polêmicas, decidiu falar e, em sua página no Facebook, deu a seguinte declaração: “Como muitos de vocês sabem, não gosto de falar muito sobre a indústria do cinema, porque significa muito pra mim proteger a mítica e a magia que o público pode ter com os filmes. Mas eu prezo tanto o apoio dos filmes de Hulk e de Vingadores que eu me sentiria rude se não respondesse. Lá vai: parece que não farei Bruce Banner para a Marvel em Vingadores. Eu sinceramente torci para que rolasse e fosse ótimo para todo mundo, mas não saiu como eu esperava. Sei que isso desaponta muita gente, e me entristece. Mas sou sinceramente grato à Marvel por estender a oferta e por ter me dado uma chance de fazer parte da longa e excelente história de Hulk. Não consigo agradecer os fãs suficientemente pelo entusiasmo que direcionaram a mim, em relação ao que Louis (Leterrier, diretor de O Incrível Hulk) e eu tentamos fazer com a lenda. Significa muito para mim. Cresci com Banner e Hulk e sou fã de todas as versões. Tenho orgulho e me sinto abençoado de ter sido um deles e estou ansioso para vê-lo sendo vivido por outros atores. O Hulk é maior do que todos nós e é por isso que o amamos, não é?” Ele foi, de certa forma, bastante cordial com o povo da Marvel, já que poderia aproveitar o momento para descer o cacete em todo mundo que foi contra suas idéias no filme do verdão. Ao menos mostrou não ser oportunista, pelo menos momentaneamente, e ainda saiu-se bem com os fãs do personagem. Ponto pra ele.

No fim das contas quem saiu perdendo foi a própria Marvel, já que agora as ações com seus filmes estarão cada vez mais em cheque, vide que um dos principais motivos de elogios a ela era o fato de estar contratando bons nomes para viver seus principais personagens. E aí ela vem agora e manda um dos maiores deles embora sem muita cerimônia, contrariando tudo o que tinha feito até o momento.

Mas e agora, com Norton fora do filme, quem poderá dar vida a Bruce Banner? Bom, os boatos já começaram e dois nomes já foram comentados. O primeiro foi o de Joaquim Phoenix, mas como sua carreira de ator está parada, como ele se dedicando à música (ele disse que agora é rapper), seu nome não parece tão plausível. O segundo, e esse eu sinceramente desaprovo por completo, é o de Mark Ruffalo (foto). Não por ele ser mal ator, mas por não se encaixar no perfil que o filme precisa. Mas é claro que eu posso estar errado e ele me surpreender. Ruffalo já teria se encontrado com pessoas ligadas ao Marvel Studios e sua contratação estaria encaminhada.

Por enquanto é isso. Muito provavelmente teremos a resolução disso ainda esse mês, durante a San Diego Comic-Con, que ocorre do dia 22 ao dia 25. Será quando começaremos a imaginar o Hulk sendo vivido por outro ator, porque Edward Norton já é passado.

Gostou? Então Clique no Botão +1 e Curta no Facebook!





Receba novidades sobre "Entenda o caso Edward Norton x Marvel Studios" e outros posts do Entretendo. Cadastre-se:

Comente no Facebook!

2 Comentários

Faça o seu Comentário

© Copyright Entretendo.com 2007/2010. All rights reserved.
Theme Junkie Modificado e Otimizado. Políticas de Privacidade.